Brogue

O nome não é novo, surgiu na Idade Média, entre os séculos V e XV e é derivado de bróg, que significa “sapato” em gaélico, língua dos povos primitivos, da região da Escócia e da Irlanda.                                                        Feito para ser usado no campo por caçadores e trabalhadores, o brogue era um sapato rústico, pesado e funcional para proteger os pés. Os furinhos – broguing – tinham a função de drenar a água quando atravessavam brejos e lamaçais. Originalmente masculino, até que a Prada, em 2010, trouxe para as passarelas um sapato que era uma mistura de brogue + alpagargat + salto plataforma e assim, com essa mistura irreverente e inusitada transformou a formalidade em despojamento futurístico para ambos os sexos..   Como a roda gigante da moda gira e gira, ele voltou a aparecer nas ruas, em looks pra lá de fahionistas e originais! Eu, particularmente, tenho minhas ressalvas, mas, não digo que dessa água não beberei e vocês???

brogue1

Outras marcas “criaram” suas versões…

brogue9

brogue7

brogue8

brogue5

brogue6

brogue19

brogue4

brogue13

brogue2

brogue11

E, então? Prontas pra saírem da zona de conforto? Eu tô.

Beijos,

Nena.

Elaine Carvalho

Em busca de tudo que me instigue, revele ou traduza...Seja um livro, uma canção ou o look mais lindo da vida, "hoje"... "Eu, caçador de mim.."

There are 0 Comments