House of AAMA – marca resgata herança negra do Sul dos EUA

Oi, bonitas, quis começar a semana falando de um assunto que encantou profundamente essa semana! Tudo começou quando Akua Shabaka e sua mãe Rebecca Henry criaram em 2013 a House of Aama, marca de roupas que até então era apenas mais uma…
A sorte virou quando elas decidiram que queriam criar algo que traduzisse sua identidade cultural, totalmente voltada às suas origens no sul dos Estados Unidos, cuja história, hábitos e costumes estavam se perdendo com o passar dos anos! Em 2015, Akua mudou-se para Nova Iorque, onde começou seus estudos na conceituada escola Parsons e onde fez trabalhos como modelo para marcas como Gucci e Valentino…Inspirada pela faculdade, Akua segui na direção criativa e dos negócios da House, enquanto, sua Rebecca costurava e produzia as roupas da marca!

A inspiração vem de várias fontes, como uma erva rara medicinal (Bloodroot) que dá nome à recém lançada coleção de inverno como do pai de Akua, renomado baterista de jazz e influência constante no processo de criação da House: “Muito da minha identidade cultural vem dele, especialmente em termos de ser verdadeiro consigo mesmo e ter uma identidade forte. Meu pai, quando entra em um lugar, você já sabe de onde ele vem e como ele é. Acho isso muito importante, especialmente por ser negra, porque nós temos que ter conhecimento da nossa história. Então eu devo muito disso a ele”. Fonte: FFW
Sem deixar de lado as raízes do Sul dos Estados Unidos, base de todo o processo, a coleção busca dar dignidade aos ancestrais trazendo peças como vestidos de inspiração vitoriana atualizados, ternos listrados, blusas de seda…
“Nossos projetos são um reflexo do Sul dos Estados Unidos no pós guerra. Estamos inspirados por este período porque acreditamos que é muito significativo na cultura negra”, diz Akua.











Grande parte das peças é Genderless, ou seja, seguem a tendência do “sem gênero” e podem ser usadas por ambos os sexos:


A loja online me deixou louca!

Beijos inspirados,

Nena.

Elaine Carvalho

Em busca de tudo que me instigue, revele ou traduza...Seja um livro, uma canção ou o look mais lindo da vida, "hoje"... "Eu, caçador de mim.."

There are 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *